Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Olímpia-SP - Home Page
 
  Olímpia-SP, Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2024
 
  Página Inicial
  Quem Somos
  Palavra do Presidente
  Diretoria
  Editais
  Atas
  Previdência
  Estatuto
  Legislação
Juridico
  Prestação de Contas
  Convênios
  Notícias
  Filie-se
  Links Úteis
 

Fale Conosco

 
 
Convênios e Parcerias  
 
Notícias
 
Docente deve ser avaliada por nova junta médica antes da aposentação - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Olímpia-SP
Docente deve ser avaliada por nova junta médica antes da aposentação
10/03/2023

Servidora não teve direito de afastamento e readaptação antes de decisão sobre aposentada por invalidez.

Uma docente de universidade federal conquistou liminar determinando nova avaliação médica, por junta diversa da nomeada na via administrativa da instituição em que trabalha, para avaliação de seu quadro clínico antes de decisão final sobre aposentadoria por incapacidade permanente.

Ocorreu que a mesma foi acometida por episódios de Transtorno Afetivo Bipolar, mas não se afastou pelo tempo legal que impõe a aposentação por invalidez. Deliberadamente, a junta médica da instituição sugeriu a aposentação por invalidez, sem, contudo, aplicar a readaptação. O procedimento interno foi embasado na conclusão da junta médica de incapacidade permanente para o exercício de qualquer atividade laboral, devendo ser concedida aposentação por invalidez.

Salienta-se que a aposentadoria, em função de moléstia não prevista em lei, se daria com proventos proporcionais, causando grande prejuízo financeiro à demandante.

A docente tentou reverter dita orientação administrativa ingressando com recurso e pedindo efeito suspensivo. Contudo, a Administração não apresentou decisão alguma sobre suas pretensões.

Diante disso, com a assessoria jurídica de Wagner Advogados Associados, Calaça Advogados Associados e Theobaldo Pires S. I. de Advocacia, ingressou com demanda junto ao Judiciário Federal.

Analisando o processo o Magistrado concedeu liminar determinando que junta médica diversa volte a analisar o quadro clínico da docente, dizendo se a mesma pode, com medidas de tratamento, afastamento ou readaptação, seguir suas atividades profissionais sem a obrigatoriedade de uma aposentadoria precoce.

O advogado Luciano Berka, sócio de Wagner Advogados Associados, salienta que a postura da Administração, além de causar prejuízos financeiros consideráveis, viola previsões legais e fere direitos básicos da cidadania como o respeito pela dignidade humana.

Nos acompanhe nas redes sociais:

Fonte: Wagner Advogados Associados

 
16/07
  Lista da Constituição com verbas de natureza alimentar para pagamento preferencial de precatórios é exemplific
16/02
  Governo implementará sistema de mediações trabalhistas coletivas em 2024
16/02
  Reforma Administrativa será prioridade no Congresso em 2024
16/02
  STJ admite recurso que não indica inciso violado, mas o demonstra claramente
16/02
  Servidora com filho autista obtém redução de jornada
Mais Notícias     
 
 
Filie-se agora!
 
Transparência - Prestação de Contas
 
Unimed Rio Preto
 
HB SAÚDE S/A
 
Oral Sin - Olímpia
 
São Francisco Odonto
 
AUSTAclínicas
 
Sisnatur Card
 
UNINTER EDUCACIONAL S.A.
 
Fesspmesp - Sindicato dos Servidores
 
Colégio Liceu Olímpia
 
 

 
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Olímpia
 
 
 
Endereço
Rua Sete de Setembro, nº 456, Centro
CEP: 15400-000 - Olímpia-SP
 
 
 
 
 
Fale Conosco