Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Olímpia-SP - Home Page
 
  Olímpia-SP, Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017
 
  Página Inicial
  Quem Somos
  Palavra do Presidente
  Diretoria
  Editais
  Atas
  Previdência
  Estatuto
  Legislação
Juridico
  Prestação de Contas
  Convênios
  Notícias
  Filie-se
  Links Úteis
 

Fale Conosco

 
 
Convênios e Parcerias  
 
Palavra do Presidente
 
Assédio moral - Palavra do Presidente - Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Olímpia-SP
Assédio moral
21/03/2013

ASSÉDIO MORAL

                O assédio moral no ambiente de trabalho é quando o superior hierárquico submete seus subordinados a situações vexatórias, exige missões impossíveis de serem cumpridas, alfineta sua auto-estima com trabalhos inexpressivos abaixo de sua capacidade intelectual, menosprezando seus valores, é fazer sentir-se um ninguém, sem valor, inútil. O empregador toma essa atitude para prejudicar psicologicamente o empregado.

                Um dos principais motivos do assédio moral é o fato de o empregador desejar o desligamento do funcionário, mais não quer demiti-lo, em função das despesas trabalhistas decorrente deste ato. Cria-se, então, uma situação insustentável em que o empregado é levado a pedir demissão.

                Os empregados que sofrem o assédio moral se sentem desconfortáveis ou mesmos inseguros para narrar às atitudes do superior hierárquico.

                No serviço público é ainda mais latente a pratica do assédio moral, em virtude dos apadrinhados que muitas vezes sem qualquer qualificação são designados para comandar muitos  setores e na maioria dos casos encontra servidores efetivos mais preparados, e a primeira justificativa que encontra para desqualificar esses servidores,” é este servidor não tem perfil para trabalhar neste departamento”. Vem a pergunta que não pode calar, será que esse suposto “chefe ou encarregado” tem o perfil para comandar o departamento?

                O mais absurdo é que na maioria dos casos esses mesmos servidores desempenham suas funções de forma exemplar por anos seguidos, sem ao menos ter recebido uma simples advertência.

                Segundo “pesquisa realizada pela revista francesa Rebondir”, especializada em questões de emprego, são as instituições públicas as que apresentam o maior índice de suicídios ligados ao assédio moral no trabalho, muito embora seja quase a mesma proporção para organizações públicas e privadas.

                Dos 471 entrevistados para a pesquisa, 33% disseram já ter sofrido assédio moral no ambiente de trabalho. E o problema atingiu indiscriminadamente todos os escalões: executivos (33%), supervisores (27%) e operários (32%)

                É preciso ficar atento para que injustiças não sejam cometidas, porque na maioria dos casos fica impossível a repará-las.

                As perspectivas são sombrias para as duas próximas décadas, pois segundo a Organização Mundial do Trabalho e Organização Mundial da Saúde, estas serão a as décadas onde predominará depressões, angustias e outros danos psíquicos, relacionados com a prática do assédio moral no ambiente de trabalho, e, será sem qualquer sombra de duvida a maior causa de afastamento do trabalho para tratamento de saúde.    

 

 

CHEGA DE HUMILHAÇÃO!

DENUNCIE!

 

 

 
Outras Notícias
02/02
  Convite para solenidade de posse da Diretoria
19/01
  O que fazer em caso de negativa de atendimento pelo Plano de Saúde.
19/01
  10 dicas rápidas sobre Direito do Trabalho - Parte 1
19/01
  10 dicas rápidas sobre Direito do Trabalho - Parte 2
19/01
  10 dicas rápidas sobre Direito do Trabalho - Parte 3
Mais Notícias     
 
 
Filie-se agora!
 
Transparência - Prestação de Contas
 

 
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Olímpia
 
 
 
Endereço
Rua Sete de Setembro, nº 456, Centro
CEP: 15400-000 - Olímpia-SP
 
 
 
 
 
Fale Conosco